Diferença entre óleo mineral e sintético

Óleo mineral versus óleo sintético

A semelhança entre óleo mineral e óleo sintético é que ambos podem ser utilizados como óleo de motor automotivo. No entanto, sua composição, propriedades, preços e alguns outros parâmetros são diferentes. A lubrificação automotiva é um aspecto muito importante para manter o motor saudável. Portanto, ao escolher o óleo certo para o seu veículo, há poucas coisas a serem consideradas. Se você pode entender quais são suas diferenças, então é fácil escolher entre dois de acordo com sua necessidade.

O que é óleo mineral?

O óleo mineral é um subproduto da destilação do petróleo. É um líquido incolor, transparente e inodoro com uma mistura de alcanos simples. Estes alcanos estão na gama de C-15 a C 40. O óleo mineral é produzido em grande escala, portanto disponível em qualquer lugar por um custo muito baixo. O número de usos do óleo mineral é inútil, por isso é bom ter uma garrafa de óleo mineral na casa. Seu uso está se expandindo para muitas áreas como lubrificantes para automóveis, cosméticos, produtos higiênicos, limpeza e manutenção, alimentos, remédios, etc. Embora existam muitos usos de óleos minerais, algumas dúvidas estão relacionadas com a segurança de usá-lo. Alguns derivados do petróleo podem conter compostos aromáticos policíclicos cancerígenos, por isso há uma dúvida, se o óleo mineral também os contém. Mas o óleo mineral usado para cosméticos ou em medicina é altamente purificado, então não precisa se preocupar com compostos cancerígenos. Além disso, as pessoas têm opiniões diferentes sobre o óleo mineral relacionadas ao envelhecimento da pele e causam acne; portanto, eles incentivam a desistir usando cosméticos com óleo mineral. O óleo mineral é amplamente utilizado como lubrificante em veículos e há vantagens e desvantagens de usá-lo.

O que é óleo sintético?

O óleo sintético contém compostos químicos artificiais. Isto é usado principalmente como lubrificante. Assim, adicionando moléculas sintéticas, que não estão presentes em óleos naturais, a natureza lubrificante do óleo sintético é aumentada. As moléculas sintéticas adicionadas são projetadas com tamanho uniforme e química para reduzir o atrito, de modo a proporcionar o efeito lubrificante ideal. Além disso, eles possuem propriedades químicas e físicas superiores. A AMSOIL Inc. surgiu pela primeira vez com óleo sintético, e eles usaram isso como lubrificante para atender aos requisitos do serviço da API. O óleo sintético foi muito popularizado devido à sua capacidade de funcionar em temperaturas extremas (quente ou fria) e para suportar uma operação longa e vigorosa do motor sem qualquer problema, portanto, tem alta estabilidade. Além disso, existem muitas vantagens no óleo sintético. Por exemplo, resistência à oxidação e à degradação térmica, diminuição da perda evaporativa, maior vida útil do motor, intervalos de drenagem prolongados, assim favoráveis ​​ao meio ambiente e baixo desperdício de óleo, etc.No entanto, existem poucas desvantagens, preço elevado, decomposição em alguns ambientes químicos, não podem ser usados ​​em motores rotativos automotivos, etc.

Qual a diferença entre óleo mineral e óleo sintético?

• O óleo mineral é extraído do petróleo bruto, por isso tem moléculas naturalmente disponíveis, que estão presentes no petróleo. Mas no óleo sintético, existem moléculas sintéticas, que foram design para atender necessidades específicas. O óleo sintético contém aditivos que aumentam o desempenho.

• O óleo sintético fornece uma lubrificação superior em relação ao óleo mineral. Portanto, o óleo sintético aumenta a durabilidade do motor.

• O preço do óleo sintético é muito maior em comparação com o do óleo mineral.

• O óleo sintético é usado como um lubrificante de carro, enquanto os óleos minerais possuem uma ampla gama de aplicações.